quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

~~º~~ Regresso da Sagres ~~º~~


Face às condições meteorológicas e do estado do mar que se fizeram sentir durante esta madrugada provocou um atraso na chegada do Navio-Escola Sagres, a Lisboa. Assim, o navio só chegará amanhã, dia 24 de Dezembro, pelas 09h00.

Esperemos que seja mesmo assim pois estamos todos com grande ansiedade...



quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Que ansiedade... está quase, quase !!


Está previsto que amanhã dia 23 pelas 11 horas de manhã

o navio escola Sagres chegará a Lisboa

Que sejam bem vindos


~~ºº~~ O Natal está a chegar ~~º~~



O natal está chegando
Com grande alegria
Anunciando o dia
Da confraternização
A união se faz presente
Unindo tanta gente
Não importando a idade
Nem a nacionalidade
E nem a cor da pele
O importante é darmos a mão
Sentir cada coração
Como Jesus fez
Sem insensatez
Com todo seu amor
Ele nos mostrou
Que devemos nos unir
E sempre sorrir
E num abraço apertado
Como símbolo de união
Dentro de um só coração

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Volta ao Mundo 2010: Regresso do Navio-escola Sagres - "Dá-me um abraço"

Na sua recta final aí vêem eles, depois de atravessarem uma zona de muito mau tempo e de apanharem alguns sustos aí estão já próximos do final esperemos que o pouco que falta corra bem e que cheguem a tempo de passar o Natal com as famílias pois o tempo tem sido traiçoeiro.
Um abraço a todos e a todas as suas famílias e um Feliz Natal


sábado, 18 de dezembro de 2010

~~º~~ Amo quem eu quero amar... ~~º~~


Embora caminhe, não vejo o destino...
Embora chore, não sinto dor...
Sinto apenas o chão do caminho...
Tropeço ofegante em busca do amor!
Descubro sempre a solução correcta...
Acabo toda vez acertando a direcção...
Escolho sempre a estrada mais certa...
Ouço a voz da intuição!
Canto a musica que meus ouvidos querem ouvir...
Ando por onde meus pés querem passar...
Sinto tudo que meu corpo quer sentir...
Falo tudo que minha boca quer falar!
Amo quem eu quero amar...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

~~º~~ Apenas sombras Do luar ~~º~~


Sombras do luar
Silêncio profundo
Dorme a natureza
Emudece o mundo

Silêncio da noite

Vem, que é hora de amar
De pertencer e ser
Se entregar sem pensar
E na noite, viver

Afundar num sonho estranho
Beber do cálice duo
Embriagar-se de amor
Sobreviver ao desastre

Tocar o corpo quente
Sentir sentimento fugaz
E no turbilhão que se forma
Seguir sem olhar para trás

Silêncio na noite

Apenas sombras
Do luar.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

~~º~~ Luz cristalina ~~º~~


Quando o sol nasce,
Luz cristalina,
A derramar seu calor,
Como um colar de perolas cristalinas,
Brilhando,
Pulsando,
Era ma minha pele,
Macia a ser acariciada,
Nas tuas mãos,
Sinto, transpiro,
Meu coração a pulsar,
Querendo alcançar,
O centro desta chama,
Que queima em meus olhos,
Encandeia minha alma,
Na textura da tua pele,
Na loucura a que isso se refere,
Quero abrir-me,
Sentir o sol a banhar,
Meu corpo nu,
Derreter o frio,
Fino gelo que cobre,
Aplaca em meus olhos,
A solidão me é um remédio amargo,
A correr como um véu,
No meu coração destroçado,
Queria juntar os pedaços

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

~~º~~ ALEXANDRIA - EGIPTO ~~º~~

" NAVIO ESCOLA SAGRES "

ESTÁ BEM PERTO DE SUA CHEGADA A PORTUGAL




terça-feira, 7 de dezembro de 2010

~~º~~ Folha secas ~~º~~


Folhas amareladas,
caindo sobre a relva,
tortura-nos com barulho
sombrio, seco, imitando
gemidos intermitentes...
Rumores sem eco,
lamento triste e melancólico...
O vento aumenta devagar,
brinca e as faz voar...
Não há ninguém para olhar
seus desenhos abstratos,
somente o vazio e
os seus próprios ruídos,
que ferem os corações...
Martirizam a alma...
Nada para se dizer ou comentar.
São vidas que passaram
sem traços ou lembranças,
sem passado para recordar
e um presente em que são apenas
Folhas secas!...


quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

~~º~~ Amigos ~~º~~


Amigo não se escolhe
É conquista... pura sintonia
Não tem importância se for nobre
Pobre, ou um mero vagabundo.

O coração escolhe o amigo
Fazendo pulsar emoções
Fazendo sorrir... chorar...
Sonhar... e tantos outros verbos.

Tentar riscar num teclado
Os sabores de uma amizade
É filosofar sobre alguém
No mundo, ligado por idéias
E não por vaidade...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

~~º~~ Silêncio ~~º~~




Perceba o som do silêncio
Que acolhe na madrugada...
Repare a tristeza
Ao ver uma alma dopada,
Que caminha com o vazio de um ser
Tentando vencer esta longa jornada;
Que muitas vezes é tão curta;
E a nada pode ser comparada...

Prossiga, pois a vida lhe pertence
E todos, caminham pela mesma estrada;
Sejamos sábios, perante nossos erros
Para jamais, voltar a cometê-los...

Que sejamos fortes...
Para superar a dor;
Que tenhamos, um pouco mais de amor..
Pois este é que nos aproxima de Deus...
No qual podemos contar
E o único que devemos confiar...

terça-feira, 23 de novembro de 2010

~~º~~ Coração inquieto ~~º~~


Coração inquieto
Que procura em um olhar,
A razão de ser feliz.
Pensamentos que não sossegam
Sentimentos travessos
Que alimentam o coração.
Pode chover
Uma tempestade surgir,
Mesmo aqui dentro
O coração pede por ti 
E minha alma vai ao encontro com tua presença... 
Fazendo da distância um simples detalhe;
Detalhe insignificante
Para um coração apaixonado.
As estrelas podem não brilhar
A lua pode se esconder
Mas minha alma vai te buscar
Para esse amor enfim viver. 
Desde do amanhecer
Já penso em ti. 
No entardecer,
Escrevo lembrando de nós dois juntos...
No anoitecer adormeço
E durante meu sono,
Eu sonho contigo 
Sonho que tu vieste para ficar, 
E de que a distância
Não vai mais atrapalhar.
 

sábado, 20 de novembro de 2010

~~º~~ Quero teus braços ~~º~~


Quero teus braços
me envolvendo
num abraço.
Terno, apertado,
demorado.

Quero fazer ninho no teu 
peito.

Aspirar  teu cheiro 
Quero nossas cabeças no mesmo
travesseiro.

Nossas mãos passeando
em carícias serenas.
E plenas.

Nossas bocas grudadas.
E a falar palavras de amor
quando separadas.

Quero dançar contigo 
uma canção suave, romântica.
E outra sensual.
Uma música sem igual.

Quero fechar os olhos e ser levada... 
Para o paraíso
quero ser transportada. 

Quero teu colo 
Teu carinho. 
Quero que me ame de mansinho

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

~~º~~ Estava te esperando... ~~º~~


Estava te esperando...
Busco encontrar o ser perfeito para o meu coração...
A luz para meus caminhos...
O encanto dos meus olhos, dos meus dias...
Te procuro como a aurora procura o dia...
Te busco desde a eternidade...
Mil anos se passaram e mil anos se passarão,
mas ainda assim,
te acharei e seremos um somente, outra vez...
Tuas vidas e as minhas vidas se completarão no próximo encontro de nossas almas....
Saberás quem sou, se achares a passagem para o meu coração...
Seremos então, novamente, tudo aquilo que sempre fomos:
"A metade um do outro...
"  Vem, ainda estou te esperando!
Meu ser te aguarda todo dia ao pôr do sol e antes que a lua chegue...
Deixo a tua lembrança regar meus pensamentos como vinho novo...
Sei e te sinto presente...
Sou feliz somente em saber que você existe... 
Em algum lugar ou momento nos encontraremos...
Então finalmente, nossas almas se tornarão uma só...
Por toda a eternidade ... "
 

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

~~º~~ Quero amar-te outra vez ~~º~~



Quero amar-te outra vez

e nos teus braços

sentir a loucura

deste amor.

As tuas palavras de ternura,

levam-me à loucura.

 

E saber que este amor

é a razão

da nossa felicidade

e no meu coração,

fica a certeza

desta nossa cumplicidade!

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

~~º~~ CHEGADA A INDIA DA "SAGRES"~º~~





O NAVIO ESCOLA SAGRES 
SE ENCONTRA NA RECTA FINAL DA VIAGEM
CHEGARAM HOJE A GOA
ONDE ESTARÃO ATÉ AO DIA 16 DE NOVEMBRO
A TODOS DESEJO UMA BOA VIAGEM
NÓS CÁ OS ESPERAMOS NO DIA 23 DE DEZEMBRO


~~º~~ Sei de cor ~~º~~


Sei de cor o teu cheiro,
e tenho o teu toque ainda presente
em cada parte do meu corpo,
que as tuas mãos de anjo percorreram.
Tenho os beijos que nunca me deste
guardados nos meus sonhos
e reinvento todos os dias
o sabor da tua boca.
Tenho o teu olhar gravado
nas constelações do meu céu.
Tenho o sal da tua pele
a alimentar o meu mar,
e mesmo não sabendo ao certo
a que sabe a tua pele,
reinvento todos os dias
um novo paladar.

Sei de cor o sabor da tua alma
e reinvento-o todos os dias com calma.

sábado, 6 de novembro de 2010

~~º~~ Quero seus braços ~~º~~


Quero seus braços
me envolvendo
num abraço.
Terno, apertado,
demorado.

Quero fazer ninho no seu
peito.

Aspirar seu cheiro.
Quero nossas cabeças no mesmo
travesseiro.

Nossas mãos passeando
em carícias serenas.
E plenas.

Nossas bocas grudadas.
E a falar palavras de amor
quando separadas.

Quero dançar com você
uma canção suave, romântica.
E outra sensual.
Uma música sem igual.

Quero fechar os olhos e ser levado...
Para o paraíso
quero ser transportado.

Quero seu colo.
Seu carinho.
Quero que me ame de mansinho

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

~~º~~ Compreendi ~~º~~


Compreendi que para ser feliz basta querer…
Aprendi que o tempo cura,
Que a mágoa passa,
Que a decepção não mata,
Que o hoje é reflexo de ontem…
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas,
Que os verdadeiros amigos permanecem,
Que a dor fortalece,
Que vencer engrandece…
Aprendi que sonhar não é fantasiar,
Que a beleza não está no que vemos e sim no que sentimos,
Que o valor está na conquista…
Compreendi que as palavras têm força,
Que fazer é melhor do que falar,
Que o olhar não mente,
Que viver é aprender com os erros…
Aprendi que tudo depende da vontade…
Que o melhor é ser nós mesmos…
Que o segredo da vida é ter um DEUS vivo dentro de nós sempre..

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

~~º~~ Noites Frias ~~º~~


Noites de Outubro frias
aquecem-me os sentimentos
e fazem-me, mais do que nunca,
sugar o sabor das palavras.
Fazem-me perder entre elas
e entregam-me de presente
uma inspiração tal, que me faz viver
de transfusões de poesia.
Tiram-me o sono e alimentam-me
a mão cheia de palavras,
dando a cada uma delas
toques de perlimpimpim
que as fazem saltar
de dentro de mim.

E nasce mais um poema ao sabor
de mais uma noite de outubro fria,
dando-me uma nova cor
à minha inspiração...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

~~º~~ Amo quando chega à madrugada ~~º~~


Amo quando chega à madrugada,
E ouço o som da noite...
Sento na lua, quieta parada
Apenas ouvindo...
Ouço a respiração da terra,
O pulsar do coração do mundo.
É um som misterioso,
Tem algo de enigmático...
É o som do mundo!
Que dentro de mim faz eco
Som que me encanta, me instiga
Que me faz perguntas
E não possuo respostas.
E continuo assim quieta, parada
Quase sem respirar...
Esperando... Ouvindo...
O respirar da Terra,
O som do silêncio,
O som do mundo...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

~~º~~ Meu Bê-á-bá ~~º~~ de João Lenjob


Meu Bê-á-bá
João Lenjob

Que vontade tê-la ao meu lado
De fazer você o meu respirar
De tocar sua pele e o seu rosto
De fazer com feitiço, com gosto
De brincar com seu pensamento
Residir, passear em seu coração.

Que vontade de tê-la ao meu lado
De me perder num forte abraçar
De esquecer a vida, aos beijos
De ver o matita por aí a cantar
De acordar e agradecer a vida
De fazer você o meu bê-á-bá.

domingo, 10 de outubro de 2010

~~º~~ Silenciosa.. ~~º~~


Silenciosa...
A noite se aproxima
Traz nos braços a magia
Para embalar o amor
Para encantar as lembranças...

Sonhos...
Despertos
Enfeitiçam-me
Olho, toco, quero
Sigo-os sem pensar!

Um sorriso...
Desenhou-se
Em meus lábios...
Deitando sobre eles
O pulsar do coração...
Bordando minh’alma
de plena felicidade!
Mandando embora a saudade.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

~~º~~ Vento... ~~º~~


" Vento...Leva-me em teus braços
Quero contigo trocar loucos abraços
Abraços que me levem vida...

Vento, leva-me em teus braços
vamos voar pelo mar
vamos rosas apanhar
vamos ao céu a minha estrela buscar
Vento, leva-me contigo nos teus braços
Quero a tua música para me embalar
Eu toda cheia de ti e tu de mim
quero a volúpia do teu beijar
Quero vento, contigo ficar.

Nossos segredos, não digas,
pois não vão acreditar...
Não digas, vento, não digas,
como bailei nos teus braços
Não digas, vento, não digas
os momentos que me deste...
Não digas, vento, não digas,
que me levas-te vida
e me deixas-te ficar
como uma folha caída
que tantos pés vão pisar.. "

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

~~º~~QUANDO A ALMA!...~~º~~





Quando a alma sente dor
e não sabe como pintar
as cores do arco-íris,
nem como inventar um sorriso,
casa é a lágrima caída
na vastidão de um oceano agitado…
sou então uma pequena estrela-do-mar!
Mas nas noites em que o pensamento
transforma-se em sonho
e que os sentidos tomam a forma
de uma doce saudade,
quando o sentimento canta
a melodia de um coração
descompassado, então sou
Estrela que brilha na imensidão
de um céu feito de magia…
No mar ou no céu,
podes não me ver mas sabes
que estou sempre presente…

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

~~º~~ 0 amor que me alimenta!...~~º~~



Foram muitos sonhos e desejos

Muitas vontades e esperança

Muitas culpas...

Muitas batalhas,desde criança

E nenhuma palavra de consolo

Permaneço vagueando, em busca de certeza

Em busca de rumo, de firme solo

Em busca de mim mesma

Há tempos que espero

Por algo verdadeiramente sincero

Longas noites,sombrias ,solitarias e frias

Oiço os meus passos pela...

RuaPassos firmes de uma Guerreira,

que caminha pela noite escura

Sou Poetisa, solitária...

Sei que mais cedo ou mais tarde, tudo irá terminar

Mas como dói...

Esperar

Mas por este dia eu espero...

Com a força dos guerreiros e a calma

Matar a sede de viver, eu quero

Preciso de paz para a minha alma

É o amor que me alimenta...

Que me mantém...

Viva

Por cinco seres, que a minha alma sustenta

Meu destino está iluminado,

pela joia mais querida

Meus filhos,  minha neta, meu amor sincero e Real

São o alimento, para minha alma imortal!!!

terça-feira, 28 de setembro de 2010



Pergunte à noite estrelada,
Interrogue a madrugada,
A cada flor que se vê.

Pergunte à serena Lua,
às próprias pedras da rua,
Se eu gosto ou não de você.

Pergunte ao Sol palpitante,
À estrela rutilante,
Ou à Deus, que tudo vê.

Pergunte à minha razão,
Pergunte ao meu coração,
Se eu gosto ou não de você.

Então verás comovido
Que no céu, na Terra, em tudo é sabido,
Aquilo que somente você não vê.

E sentirás no peito
o mesmo amor e respeito
que eu dediquei a você.

sábado, 25 de setembro de 2010

~~º~~ Sonho ~~º~~


Sonho, a gente só se dá conta dele depois que
acorda, depois que ele acabou...
E fica aquela vontade na gente de sonhar
mais um pouquinho.

existem pessoas que são um sonho ...
Um sonho pelo qual a gente dormiria
a vida inteira.
Mas o destino vem e nos acorda
violentamente...
E nos leva aquele sonho tão bom ...

Existem pessoas que são estrelas.
Doces, luzes que enfeitam e iluminam as
noites escuras de nossas vidas.
Mas vem o amanhecer e nos rouba com toda a
sua claridade aquela estrela tão linda.

Existem pessoas que são flores.
Belezas discretas que alegram o nosso
caminho.
Mas com o tempo, as flores murcham, e nos
enchem de saudade de sua cor e de seu perfume.

Existem, finalmente, as pessoas que
são simplesmente amor.
Um amor doce como o mel de uma flor...
que desbrochou numa estrela e que veio até
nós num lindo sonho !
E ainda bem que são amor, porque flores,
estrelas ou sonhos, mais cedo ou mais tarde,
terminam ...mas o amor...
O amor não termina nunca ....

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

~~º~~ QUANDO ESTÁS DISTANTE! ~~º~~


Quando estás distante
Quero ter-te perto...

Quando estás perto,

Quero ter-te mais perto ainda....

Pois te amo...
Amo tuas acções....

Amo steu jeito...

Amo teu olhar...

Amo teu sorriso....
Simplesmente amo...

Amo teu amor...

Amo teus carinhos...

Amo teu abraço...
Amo teu cheiro....

Amo teu beijo...
Simplesmente amo...

Amo estar ao seu lado...
Amo estar na tua presença...

.Amo te olhar...mesmo de longe...
Amo-te em tudo....
E amo mais ainda o privilegio de poder estar ao teu lado....

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

~~º~~ Amo a vida ~~º~~



Amo...

as pedras, os astros

e o luar que beija as ervas de atalho escuro,

Amo as águas de anil

e o doce olhar dos animais,

divinamente puro.

Amo a hera que entende a voz do muro

e dos sapos, o brando tilintar.

De cristais que se que se afogam devagar,

E da minha charneca o rosro duro.

Amo todos os sonhos que se calam

Dos corações que se sentem e não falam,

Tudo o que é Infinito e pequenino!

Asa que nos protege a todos nós!

Soluço imenso, eterno, que é a voz

Do grande e mísero Destino...

No desequilíbrio dos mares,

As proas giram sozinhas...

Nma das naves que afundam

E que certamente tu vinhas

Eu te esperei todos os séculos sem desespero

e sem desgosto,

e morri de infinitas mortes guardando

Sempre o mesmo rosto

Quando as ondas te carregam meus olhos,

entre águas e areias

cegaram como os das estátuas,

a tudo quando existe alheias

Minhas mãos pararam sobre o ar

e endureceram junto ao vento,

e perderam a cor que tinham

e a lembrança do movimento.

E o sorriso que eu te levava

desprendeu-se e caiu de mim:

e só talvez ele ainda viva

dentro destas águas sem fim.

sábado, 11 de setembro de 2010

~~º~~ Eterna poesia ~~º~~


A vida deveria ser uma eterna poesia,
Onde começaríamos com lindas palavras,
Frases maravilhosas,
Versos perfeitos,
rimas definidas,
De poesia deveria ser feita nossas vidas!
A realidade seria cor-de-rosa, azul
Ou a cor que você preferisse.
As pessoas seriam todas poetas,
Conduzindo suas vidas perfeitas,
Não deixando que ninguém as conduzisse.
O mundo teria melhor odor, cor, sabor,
As pessoas seriam menos amargas,
Sorririam mais, andariam de mãos dadas,
Tratariam umas às outras com paz!
A poesia deveria tomar conta da vida,
Da alma de cada um.
Seríamos , então, todos iguais,
Perfeitos, humanos, seríamos um!
Seríamos todos poetas.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

~~º~~ Espero-te neste momento ~~º~~


Estou no meu momento de olhar o céu
Onde vejo uma noite nublada
A lua como você se esconde de mim
Por trás das nuvens...
Meu olhar se perde no firmamento
Vejo uma pétala perfumada vindo em minha direção
Trazendo sobre o corpo
Varias gotas de orvalho.
Então solto meus pensamentos
Em direção da leve pétala que vem do céu
Em minha direção...
Fecho meus olhos e viajo na minha imaginação
Sinto uma chuva de pétalas sobre mim
Me encontro rodopiando como uma bailarina
Dançando com as pétalas no ritmo do amor
Em silencio!
Sinto sob meus pés um tapete
Macio com pétalas coloridas
E perfumada que me faz suspirar
Um convite sedutor...
Deitei meu corpo cansado
Descansei meu coração sobre as pétalas do seu amor
Um verdadeiro manto de delicias
Que blinda meu corpo e perfuma minha pele de mulher
Acolhendo minha alma de menina
No abrigo das pétalas
Das tuas mãos
Onde deixo meu orvalho
Refrescar teu corpo em dias de
calor.

sábado, 28 de agosto de 2010

~~º~~ Vivo ~~º~~


Hoje eu vivo,
pelo sol
pela lua
pela natureza
pelo sorriso de uma criança
e por um beijo de paixão
por um afecto de um velhinho
ou por um aperto de uma mão
hoje eu vivo
pelo cantar dos passarinhos
pelo despertar do amor
e pelo afecto e dedicação
que é para eu viver
fora desta fria solidão
hoje eu vivo
pela primeira vez
ao pôr as máguas e as tristezas para trás
e procurei as alegrias
que me fazem acreditar
que tudo o que eu aprendi
afinal são elas que me fazem caminhar

domingo, 22 de agosto de 2010

~~º~~ Minha Esperança ~~º~~



Escondo as minhas lágrimas na alma
despertas em mim o sofrimento
o silêncio é a minha melhor arma
sinto a ausência do esquecimento

Perdi tempo demais a acordar
caminho para a realidade com medos
todos os gestos são condenados
quero gritar a adormecer e sonhar

Olho para novos horizontes
solidão e desespero eu sentia
volto a espalhar outras sementes
quero viver muito!com a alegria.


quinta-feira, 19 de agosto de 2010

~~º~~ Nostalgia ~~º~~


Nostalgia…
Sinto por não estar junto a ti,
Por fazeres parte dos meus pensamentos,
Porque estás no meu coração,
Dentro da minha cabeça,
E em tudo o que me rodeia,
Em tudo eu encontro um pouco de ti.

Nostalgia…
Sinto por não te ver,
Por não te ter,
Estas saudades que me toldam o pensamento,
A raiva que tenho da distância,
E o tempo que não deixa de ser cinzento.

Nostalgia…
Sinto por sonhar contigo,
Por amar-te…
Nas minhas fantasias.

sábado, 14 de agosto de 2010

~~º~~ Quero seduzir-te ~~º~~


Quero seduzir-te
Com as palavras que te digo
Com as histórias que te conto
Nos gestos proibidos
Nas expressões de prazer
que vez no meu olhar

No teu corpo nu
Desenho sensações
Entrego-me a caricias
Acendo o teu desejo

Quero mergulhar nesse corpo lindo
Descobrir os teus encantos e segredos
Mergulhar na tua floresta
Sugar a tua seiva
E lambuzar-me com o teu néctar

Quero levar-te à loucura
Insana...Profana...Das delicias dos nossos corpos

Quero ouvir os teus gemidos
Fortes e enlouquecidos
E deixar-me ficar nos teus braços
Entorpecido de tesão, de amor e paixão...

Quero levar-te ao infinito
Num orgasmo apocalíptico

Quero mostrar-te
Os meus imensos desejos
Que é sentir o teu corpo trémulo
A percorrer o meu...

Quero seduzir-te...

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

~~º~~ Te vejo na noite ~~º~~


Te vejo nos momentos de dor
Te vejo na noite
Quando na vida o sol se põem
Tu és a luz

Te vejo num sorriso e no amor
Te vejo em meus planos
Vejo tuas mãos guiando-me
Sempre és fiel!

Sinto teu abraço e teu carinho
Tu és fiel e não há razão
Pra duvidar do teu coração
Sinto tuas mãos sobre mim
Sinto o amor e posso ouvir
Tuas palavras e tua voz
Tu és fiel

Te vejo no deserto
E na aflição
Te vejo no vale
Vejo tuas mãos cobrindo o sol
Guardando-me

Te vejo em cada passo que dou
Te vejo em meus planos
Vejo tuas mãos guiando-me
Sempre és fiel


domingo, 1 de agosto de 2010

~~*~~ Colhi uma flor ~~*~~


Caminhei entre rosas
e tulipas até chegar à mais
bela flor do meu jardim.
Colhia-a como se colhe um beijo
e ela murchou tal como o nosso amor.
Chorei e caí de alma no chão.
Apeteceu-me arrancar o sangue
para também murcharem as minhas veias.
Adormeci.

Quando acordei percebi
que nem tudo o que gosto me pertence.
Não posso arrancar flores
porque murcham, nem amores
porque morrem.
Devo deixar as flores livres no jardim
e amor preso no coração.
Nada pode ser arrancado!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Navio escola Sagres na volta ao mundo (GUAYAQUIL - EQUADOR )



slide retirado do blogue; http://narotadasagres.blogspot.com, neste slide se encontra também meu filho entre outros colegas

~~º~~ Belas rosas ~~º~~


Lindo é o frescor da manhã
Que desabrocha as rosas mais belas
Que enfeitam as donzelas
Em suas pequenas cidadelas

Uma delas quer destaque entre elas
A cor não importa todas são belas
Mas ela queria mesmo ser rosa amarela
Parecendo entre as cores uma aquarela

Rosas nos roseiras que enfeitam
Jardins da velha estalagem aumentam
O feitiço do poder das rosas alimentam

Enquanto o amor não chega acariciam
As pétalas aveludadas de uma rosa ciam
Esperando viver os sonhos que gostariam

domingo, 25 de julho de 2010

~~-~~ Luz cristalina ~~-~~


Quando o sol nasce,
Luz cristalina,
A derramar seu calor,
Como um colar de perolas cristalinas,
Brilhando,
Pulsando,
Era ma minha pele,
Macia a ser acariciada,
Nas tuas mãos,
Sinto, transpiro,
Meu coração a pulsar,
Querendo alcançar,
O centro desta chama,
Que queima em meus olhos,
Encandeia minha alma,
Na textura da tua pele,
Na loucura a que isso se refere,
Quero abrir-me,
Sentir o sol a banhar,
Meu corpo nu,
Derreter o frio,
Fino gelo que cobre,
Aplaca em meus olhos,
A solidão me é um remédio amargo,
A correr como um véu,
No meu coração destroçado,
Queria juntar os pedaços


terça-feira, 20 de julho de 2010

~~º~~ Desejos ~~º~~


Quero que a vida me traga
um sol em cada amanhecer,
me dê uma lua cheia
em cada noite escura,
e faça da minha vida a vida tua.


Que me envolva na teia
que tece os teus sonhos,
que me traga a cura para
a solidão e me atire para um canto
privilegiado do teu coração.
Que me faça ser amado,
desejado e teu.


Que me faça gritar que o meu
sonho finalmente aconteceu.
Que a vida me faça ser paciente
para suportar a tua ausência.
Que a vida me dê paciência!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

~~º~~ Saudade ~~º~~


Vivo esta saudade,
lágrima do coração
caindo
pelo meu caminho,
neste presente
prolongado de ansiedade.

Vivo esta saudade
que me aperta
este corpo ressequido,
neste silêncio
em que nada mais consigo sentir.

Vivo-te dentro de mim,
num misto de sofrimento e ternura
como uma doença sem cura.

E uma parte de meu coração
se separa num mar imenso,
numa dor perdida
pelas águas cristalinas
dum amor sem fim.