segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

~~º~~ Vou escrever sem pensar ~~º~~


Vou escrever sem pensar
Vou deixar o meu coração se expressar
Com a cabeça só sai o pensamento
Mas com o coração, o sentimento
Esse que é o amor puro
Que me mostraste e tornaste maduro
Estar contigo é estar para além
Do que imaginei estar com alguém
Tu respeitas quem sou eu
e nunca sobrepões o que é teu
Tu és mais do que estas palavras
Por muito que sejam raras
Amar-te é um dom
E que só tem tudo o que é bom
Quero a felicidade te oferecer
por muito difícil que o possa ser
podia ficar aqui eternamente
a escrever e não saía daqui contente
Porque o que sinto é para além de mim

10 comentários:

silvo disse...

Escribe el corazón y expresa un poema que encierra mucho snetimiento y es promesa de amor, um beujo e boa semana

Pelos caminhos da vida. disse...

Passei pra deixar um abraço e desejar um ótimo dia pra vc.

beijooo.

Andradarte disse...

...e eu sei que vou gostar....

Que passes dos sentimentos escritos

à felicidade que ofereces..
Beijo

SILVIA disse...

Escribir sin pensar, implica escribir sentimientos al desnudo, sin retoques. Y eso, es bello. Mil besitos!!!

comunicadoras disse...

É sempre bom deixarmos o coração falar; eu costumo dizer que faço o que o meu coração manda, pois ele raramente se engana.Espero que o teu continue assim, leve, apaixonado e a mandar-te escrever coisas tão bonitas como esta. Um beijinho, amiga e até breve.
Emília

Adolfo Payés disse...

Bello poema

Un abrazo
Saludos fraternos..

manuel marques disse...

Escrever é sempre esconder algo de modo que mais tarde seja descoberto ...


Beijo.

Me permita disse...

Oi, nina! Lindo texto! Belo blog! To voltando, aos poucos! rs Te desejo que em 2010 teus sonhos se transformem em plena realização! Bjs!

ISA disse...

O coração fala sempre mais alto. Muito bonito este teu texto, amiga. Que todos os teus sonhos se realizem este ano de 2010 é o desejo de tua amiga:
Ia

Lely Vehuel disse...

Hola, aqui ando de visita por tu sitio desde Cuentos y Orquideas que tenia un poco abandonado.
Tu lugar interesante y calido como siempre, me gusta mucho visitarte lo hare mas a menudo. Escribi un nuevo cuento, a ver si gusta hasta pronto y mucha Luz