quinta-feira, 11 de março de 2010

~~º~~ Amo-te simplesmente ~~º~~


 Amo-te, sem ontem e sem amanhã
Sem alianças, sem hora pra chegar ou partir
Amo-te simplesmente porque és e estás aqui
Um amor claro e manso, sem medos e sem freios
 
Amo-te como uma noite de claro luar
Como brisa fria, como arrepio
Como um gotejar incessante
Amo-te como meu poema predilecto
 
Amo-te em secreto, minha sinfonia
Minha tela valiosa, minha euforia, minha agonia
Amo-te como se em mim estivesses
E eu de ti nunca me desprendesse
 
Amo-te simplesmente como desvelo
De quem ama sem esperas
Sem cobranças, desde o ontem

5 comentários:

MARIA L. BÓZOLI disse...

Se de amor são os versos,
despertam carinhos diversos...
Com lindas flores,
falamos de amores,
espalhando seus odores...
Com versos floridos,
curamos amores doloridos...
Receba meus versos com carinho,
ensinando-lhes o caminho
para chegar a seu coração...

(Marcial Salaverry)

Uma noite de Amor e Paz! Agradeço sua visita.
Beijos & Flores! M@ria

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo poema.

beijooo.

silvo disse...

Es un amor precioso, muy bien expresado, es amor de verdad, beijinhos

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema de amor completo e simples.Belo.

Beijinhos

Mona Lisa disse...

Olá

A Sinfonia do Amor!

Adorei!

Bjs.