quinta-feira, 25 de novembro de 2010

~~º~~ Silêncio ~~º~~




Perceba o som do silêncio
Que acolhe na madrugada...
Repare a tristeza
Ao ver uma alma dopada,
Que caminha com o vazio de um ser
Tentando vencer esta longa jornada;
Que muitas vezes é tão curta;
E a nada pode ser comparada...

Prossiga, pois a vida lhe pertence
E todos, caminham pela mesma estrada;
Sejamos sábios, perante nossos erros
Para jamais, voltar a cometê-los...

Que sejamos fortes...
Para superar a dor;
Que tenhamos, um pouco mais de amor..
Pois este é que nos aproxima de Deus...
No qual podemos contar
E o único que devemos confiar...

9 comentários:

silvo disse...

Además de muy bello, muy cierto, debvmso saber reponernos, bersos Princesa

Anjo De Cor disse...

Muito bonito ;)
Beijinhos e bom fds*

manuel marques disse...

"Os desgostos da vida ensinam a arte do silêncio"

Beijo.

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema lindo, quase uma oração, adorei.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Maria disse...

Que poema maravilhoso!
Tenha um bom Domingo
Beijinhos
Maria

rui disse...

Princesa...venho desejar um bom domingo e agradecer a visita...
aproveito para dizer tambem que gostei da nova forma de cores que aqui estao colocadas para mim esta mais bonito..
Sobre os textos..aqui nunca há textos maus..felizmente....
No silencio..... encontramos as vezes a paz desejada e nele as recordacoes da nossa propria vida

Um beijo..... obrigada por tudo
Rui

JAVIER AKERMAN disse...

Muito lindo, cara Princesa.
O silencio é uma arte, exactamente.
Beijinhos.

clark lost disse...

Oi, Princesa!
Queria lhe dizer que não são raras às vezes, que busco refugio no silêncio das noites.
A vida é bela, mas esconde “garras e dentes”... Há sempre o perigo de nos ferir a alma.
Sinto-me distante daquilo que já fui um dia - A sobrevivência em detrimento da paz de espírito.
Mas o Natal chega enfim, trazendo a magia da renovação. Um bálsamo para as feridas... Esperanças para os corações.
A vida flui simplesmente!
Tenha uma ótima semana!
Beijos e abraços!

Graça Pereira disse...

Minha Querida
O silêncio quando fala...é enérgico.Utiliza palavras que conhecemos e que muitas vezes nos recusamos a ouvir... porque, se as ouvissemos não seguiriamos por atalhos, antes tomariamos a estrada que nos conduz á meta desejada!
Este é um poema tambem com uma linguagem muito própria e bonita.
Beijocas e boa semana.
Graça