quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

~~º~~ Regresso da Sagres ~~º~~


Face às condições meteorológicas e do estado do mar que se fizeram sentir durante esta madrugada provocou um atraso na chegada do Navio-Escola Sagres, a Lisboa. Assim, o navio só chegará amanhã, dia 24 de Dezembro, pelas 09h00.

Esperemos que seja mesmo assim pois estamos todos com grande ansiedade...



quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Que ansiedade... está quase, quase !!


Está previsto que amanhã dia 23 pelas 11 horas de manhã

o navio escola Sagres chegará a Lisboa

Que sejam bem vindos


~~ºº~~ O Natal está a chegar ~~º~~



O natal está chegando
Com grande alegria
Anunciando o dia
Da confraternização
A união se faz presente
Unindo tanta gente
Não importando a idade
Nem a nacionalidade
E nem a cor da pele
O importante é darmos a mão
Sentir cada coração
Como Jesus fez
Sem insensatez
Com todo seu amor
Ele nos mostrou
Que devemos nos unir
E sempre sorrir
E num abraço apertado
Como símbolo de união
Dentro de um só coração

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Volta ao Mundo 2010: Regresso do Navio-escola Sagres - "Dá-me um abraço"

Na sua recta final aí vêem eles, depois de atravessarem uma zona de muito mau tempo e de apanharem alguns sustos aí estão já próximos do final esperemos que o pouco que falta corra bem e que cheguem a tempo de passar o Natal com as famílias pois o tempo tem sido traiçoeiro.
Um abraço a todos e a todas as suas famílias e um Feliz Natal


sábado, 18 de dezembro de 2010

~~º~~ Amo quem eu quero amar... ~~º~~


Embora caminhe, não vejo o destino...
Embora chore, não sinto dor...
Sinto apenas o chão do caminho...
Tropeço ofegante em busca do amor!
Descubro sempre a solução correcta...
Acabo toda vez acertando a direcção...
Escolho sempre a estrada mais certa...
Ouço a voz da intuição!
Canto a musica que meus ouvidos querem ouvir...
Ando por onde meus pés querem passar...
Sinto tudo que meu corpo quer sentir...
Falo tudo que minha boca quer falar!
Amo quem eu quero amar...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

~~º~~ Apenas sombras Do luar ~~º~~


Sombras do luar
Silêncio profundo
Dorme a natureza
Emudece o mundo

Silêncio da noite

Vem, que é hora de amar
De pertencer e ser
Se entregar sem pensar
E na noite, viver

Afundar num sonho estranho
Beber do cálice duo
Embriagar-se de amor
Sobreviver ao desastre

Tocar o corpo quente
Sentir sentimento fugaz
E no turbilhão que se forma
Seguir sem olhar para trás

Silêncio na noite

Apenas sombras
Do luar.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

~~º~~ Luz cristalina ~~º~~


Quando o sol nasce,
Luz cristalina,
A derramar seu calor,
Como um colar de perolas cristalinas,
Brilhando,
Pulsando,
Era ma minha pele,
Macia a ser acariciada,
Nas tuas mãos,
Sinto, transpiro,
Meu coração a pulsar,
Querendo alcançar,
O centro desta chama,
Que queima em meus olhos,
Encandeia minha alma,
Na textura da tua pele,
Na loucura a que isso se refere,
Quero abrir-me,
Sentir o sol a banhar,
Meu corpo nu,
Derreter o frio,
Fino gelo que cobre,
Aplaca em meus olhos,
A solidão me é um remédio amargo,
A correr como um véu,
No meu coração destroçado,
Queria juntar os pedaços

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

~~º~~ ALEXANDRIA - EGIPTO ~~º~~

" NAVIO ESCOLA SAGRES "

ESTÁ BEM PERTO DE SUA CHEGADA A PORTUGAL




terça-feira, 7 de dezembro de 2010

~~º~~ Folha secas ~~º~~


Folhas amareladas,
caindo sobre a relva,
tortura-nos com barulho
sombrio, seco, imitando
gemidos intermitentes...
Rumores sem eco,
lamento triste e melancólico...
O vento aumenta devagar,
brinca e as faz voar...
Não há ninguém para olhar
seus desenhos abstratos,
somente o vazio e
os seus próprios ruídos,
que ferem os corações...
Martirizam a alma...
Nada para se dizer ou comentar.
São vidas que passaram
sem traços ou lembranças,
sem passado para recordar
e um presente em que são apenas
Folhas secas!...


quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

~~º~~ Amigos ~~º~~


Amigo não se escolhe
É conquista... pura sintonia
Não tem importância se for nobre
Pobre, ou um mero vagabundo.

O coração escolhe o amigo
Fazendo pulsar emoções
Fazendo sorrir... chorar...
Sonhar... e tantos outros verbos.

Tentar riscar num teclado
Os sabores de uma amizade
É filosofar sobre alguém
No mundo, ligado por idéias
E não por vaidade...