domingo, 2 de janeiro de 2011

~~º~~ Nada existe sem amor ~~º~~


Sem amor
Nada existe
era como um riacho sem água a cair
ou sem a beleza do céu azul
ou sem as estrelas do céu a brilhar
o amor
é um beijo molhado
cheio de carinho e afeição
é um corpo bem apertado
soado de muita paixão
é sentir o carinho
no rosto e nas mãos dadas
é sentir-se desejada
nas frias e lindas madrugadas
é sentir o desejo de amar e ser amado
é deixar um sonho se realizar
mesmo estando bem acordado
amor é tudo para nós na vida
e sem ele não se pode viver
vem amor verdadeiro a correr para mim
que eu contigo quero aprender.

6 comentários:

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo Agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Se tiveres tuiter, e desejar, é só deixar que agente segue.
Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

poetaeusou . . . disse...

*
e só porque gostas do Mar,
ofereço-te,
,
na flor do mar
invento a ilusão,
da quilha profana
do vento sem leme,
nuvens espumosas
esculpindo salpicos
madrugam instintos,
magnetizando os dias
em convulsos fascínios
,
conchinhas,
ficam,
,
*

manuel marques disse...

Estou de volta e venho desejar um ano novo pleno de prosperidade ,paz e amor.

Beijo.

Nilson Barcelli disse...

Sem amor, nada feito mesmo...
Gostei do teu poema, querida amiga.
Beijos.

MEUS PENSAMENTOS disse...

belissimo um beijo!

Giloca disse...

Este está muito melhor... gosto mesmo. Muita intensidade e sobretudo, expressa o que vai em muitos corações