sábado, 28 de março de 2009

ARVORE CAÍDA...


No chão cinzento e molhado da floresta

Jaz inerte, uma árvore já velha, e carcomida

Que o vento forte, e o peso da idade, 

Ajudaram a cair

 

Sem a força, e o vigor de outrora.

Lutou enquanto pode, para resistir

Mas já velha e cansada, nada pode fazer

Apesar de tudo, não se deu por vencida, não desistiu!

A custo, e sacrifício, começou lentamente a erguer-se

Até ficar completamente de novo em pé

 

Embora debilitada, criou novas raízes

Que se multiplicaram. 

E que formaram novamente, uma nova árvore, 

E outras mais, que se seguiram

Até que se transformar, numa bela e verdejante floresta…

 

Nem toda a árvore que cai, consegue de novo erguer-se!

É preciso força, coragem, determinação

Para não se deixar abater de vez, e morrer

Foi difícil, e penoso!

Àquela árvore caída, levantar-se de novo

Mas conseguiu!

Orgulhosa…! 

Pôde então…morrer descansada.



2 comentários:

Mariana disse...

gostei do blogue:) bj

convido-a a visitar o meu

Amantes disse...

Gracias por tu visita y comentario, te seguimos.
Un beso