segunda-feira, 4 de maio de 2009

APENAS UMA ROSA...


Apenas uma rosa 
Ele trazia na sua mão 
Ao longe senti o aroma 
Que o vento leve e suave trouxe. 
Podia então sentir teus passos 
Andando vagamente 
No silêncio escondido 
Para que eu não despertasse 
Daquele sonho envolvente. 
Senti então o barulho da porta 
Que abria lentamente 
Seu perfume dominava 
Entrava nos meus sonhos 
Invadia a minha alma. 
Meu quarto perfumado 
Era o aconchego, o 
Meu refúgio, o meu pensar. 
Espalhada na cama 
Envolvida nos lençóis vermelhos 
Ele chegava de mansinho 
Nem pedia licença, 
Já me enchia de carinho, 
Beijava-me inteira, 
Deixava-me alucinada 
Envolvia-me nos seus desejos. 
Meus sonhos se foram 
Ali estava ele delirando 
Pelo meu amor. 
Suas mãos atrevidas ele deslizava 
Não temia os limites 
E eu ali sonhava e vivia 
Toda aquela magia 
Todo aquele momento 
De ternura e encanto. 
Ah! Que belo sonho... 
Eterno ele será 
O dia que você existir, 
Não precisa nem trazer a rosa 
Traga apenas o seu coração 
E sua alma cheia de amor 
Que eu cuidarei da sua vida 
E do seu amor.

5 comentários:

Poemas e Cotidiano disse...

Que poesia linda!
Com certeza o dia que ele vier, nao precisarah trazer nem a rosa, pois a rosa eh voce!
Lindo, romantico, e inspirado seu poema!
Um beijo carinhoso
Otima semana
MARY

♥ Paulinha ♥ disse...

Linda tem selinho pra vc lá no meu blog!!!
Tenha uma ótima semana!!!
bjs no xeu ♥

Angela Guedes disse...

Deliciosa a leitura e fiquei muito emocionada.
Beijos
Angela

Anne Lieri disse...

Princesa,parabéns pelos selinhos recebidos!Realmente seu blog está um encanto e merece essa bela homenagem!Linda e doce poesia,que encheu meu cantinho com o perfume de rosas!Abraços,

Anne Lieri disse...

Princesa,parabéns pelos selinhos recebidos!Realmente seu blog está um encanto e merece essa bela homenagem!Linda e doce poesia,que encheu meu cantinho com o perfume de rosas!Abraços,