segunda-feira, 18 de maio de 2009

~~ºº~~ Momentos ~~ºº~~


Instantes de silêncio no coração,
Levando a mente ao imaginário
Do momento a sonhar com amor,
O muito esquecido na fusão do não.

Na tranqüilidade do momento,
A mente vagueia pelos sonhos
Em busca da emoção que incendeia
A razão, dando sentida a vida.

Mas, de repente a mente,
Sente o amor chegando mansamente
Trazendo consigo a ternura do instante
Enternecendo o coração lentamente.

No momento imaginário do amor
Que neste instante está na mente,
Coração suspira de puro prazer
Por saber que o amor se faz presente.

Assim sendo, a emoção.
Flui livremente nesse momento,
Sem pensar em nada
Além do amor sentido no coração.

Depois desse instante imaginário,
A mente volta à fria realidade
Morbidamente pensando,
Descobrindo que o instante
Foi somente um árido momento.


5 comentários:

Angela Guedes disse...

Você é incrível com as palavras Princesa, belíssimo poema!!!
Beijos.
Ângela

Nely disse...

Mesmo imaginário, um momento assim nunca é árido...
Parabéns Princesa, doeu um pouco mas é lindo.
Beijo.
Nely.

manuel marques disse...

O mais belo momento de uma mulher (...) é aquele em que, seguros do seu amor, ainda o não estamos dos seus favores .

Beijos querida amiga.

Aqui - Ali - Acolá disse...

Viva Princesa, é bom saber que te encontras melhor pois isso é o que mais interessa.

Eu estou um pouco mais aliviado mas, ainda debaixo de combate a esta moinha de arrepios que de vez em quando vem, que com este tempo incerto custa a estabilizar mas, tem que ser a pouco e pouco e com paciência para isto sair de cá, é quase como uma cola muito peganhosa que é preciso raspar e mais raspar para sair, o diluente tem que ser o de com o tempo e medicamento mas vai ao sítio devagar.

Sobre o que me dizes do blog, eu sei fazer isso mas eu apenas me refiro ao modelo de apresentação deste teu, visto que se for a personalizar para seleccionar um novo modelo os que lá estão não tem lá nenhum igual a este teu, visto que para isso eu te falei se este teu foi alterado com um novo (Templat) que é o que altera o modelo dentro do modelo que se vai obter ok?

Existem muitos Templats na net, muitos até de 3 colunas mas nem todos dão para alterar para isso devido ao (html) do Templat escolhido, não sei se entendes ao que me estou a referir!..

O meu como está não o quero alterar porque gosto dele assim mas, falei-te nisto só no caso de eu querer fazer um novo e ter o modelo deste teu que para isso acho que terá que ser alterado com um novo Templat por cima do que se escolhe.

Não sei como o puseste assim como o tens, se foi através de algum Templat por cima ou alterando cores etc. mas isso tu se puderes dar uma dica como o puseste assim te agradeço ok?

Momentos:

Destaco a parte final aqui:

Depois desse instante imaginário,
A mente volta à fria realidade
Morbidamente sem pensar,
Descobrindo que o instante
Foi somente um árido momento.

Este post é mais um para a posteridade mas, apenas um senão que eu te dou a minha opinião (esperando da tua parte não levares a mal mas, é o que eu na minha maneira de ler e reler acho que alteraria aqui):

Morbidamente sem pensar

Eu poria

Morbidamente pensando.

Não sei se estás a apanhar o sentido final!..

Isto porque vem da linha detrás que diz.

A mente volta à fria realidade.

Isto é apenas a minha maneira de ver agora tu como o escreveste assim dentro do teu âmbito julgado, nada tenho a opor aquilo que tu desejes exprimir ok?

Eu quando leio muitos poemas sinto sempre que (para mim), muitos estão completos outros não, apenas no sentido em que certas frases neles estão incluídas mas, como atrás te digo, cada um assim o faz como deseja, apenas é a minha opinião pessoal que te está a dizer isto e tu, não sigas o que eu te digo, segue o teu raciocínio porque é ele que é dono de ti entendes?

A poesia tem muitas armadilhas no seu interior e é por vezes muito difícil de entender, e é nisso que está o valor dela coisa que eu adoro desde os tempos de escola quando comecei a ler Camões que para mim é o meu ídolo apesar de haver outros grandes poetas e Camões tem poesia que é muito difícil de expressar e entender, é quase como uma poesia em códigos não sei se já leste algo de Camões em que desse para dares a tua opinião sobre ele no que aqui refiro.

Resumindo:

Já fui um devorador de livros de vários géneros onde a poesia para mim predomina como número um, daí que resulta o achar por vezes certas frases ou até mesmo linhas e títulos um pouco fora de certos textos entendes por certo ao que me refiro.

Que essa gripe desapareça de ti por completo é o que mais te desejo.

Bjos, saúde e felicidades te desejo amiga.

Seline disse...

Princesa, que poema lindo!
Momentos como esse nunca são áridos... valem tanto pela emoção que despertam.
Beijo linda